A companhia aérea que operou o voo atrasado deverá indenizar os passageiros pelos danos morais ou materiais sofridos.

Frequentemente ocorrem atrasos em um primeiro voo e os passageiros perdem a conexão que fariam no aeroporto de destino. Nestes casos, a companhia aérea que operou o voo atrasado deverá indenizar os passageiros pelos danos morais ou materiais sofridos.

A perda da conexão poderá gerar diversos danos a um passageiro. Primeiro, o passageiro terá que desembolsar uma quantia maior de dinheiro para comprar outra passagem aérea. Além disso, o passageiro chegará depois que o previsto em seu local de destino; muitas vezes, esse atraso é de dias. Devido a esse atraso, o passageiro poderá perder compromissos profissionais e pessoais. Outra ocorrência muito comum é de despesas extras pela perda de conexão como alimentação e hospedagem. A companhia aérea culpada pelo atraso deverá indenizar todos esses danos.

Os passageiros que perderam a conexão tem direito a receber indenização por danos morais e materiais. Os danos materiais são os danos econômicos ocorridos devido ao impedimento de embarcar na aeronave. Já os danos morais são os danos imateriais, aqueles que impactam a honra, a autoestima e a imagem. Em caso de overbooking, os danos morais são presumidos.


Comentários (0)


Deixe um comentário